Prefeito da única capital da região Norte a fazer parte da Iniciativa Cidades Emergentes (ICES), Carlos Amastha está compartilhando experiências com outros gestores municipais brasileiros no 2º Fórum Ibero-americano de Cidades Sustentáveis, que está acontecendo em Santander, na Espanha. Na oportunidade, o chefe do Executivo municipal solicitou ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que Palmas seja a sede de uma edição do fórum.

 

“Queremos compartilhar com o mundo os avanços que Palmas conquistou nos últimos anos. Sediar um evento dessa natureza é uma possibilidade de  propagar nossas conquistas e compartilhar nossas experiências”, disse Amastha.  Ele destacou ainda que a gestão busca aprender com bons modelos de governança e que o evento tem dado a oportunidade para isso. “Estamos aqui, juntamente com os prefeitos Luciano Cartaxo, de João Pessoa (PB); Gean Marques Loureiro, de Florianópolis (SC); e Luciano Rezende, de Vitória (ES), que são outras cidades escolhidas pelo BID para a ICES. Assim, podemos conhecer mais a realidade de outras regiões do país e aprender com elas”, destacou.

 

Nesta terça-feira, 13, a programação do 2º Fórum Ibero-americano de Cidades Sustentáveis prevê visita à cidade Bilbau, também na Espanha, quando será demonstrado aos visitantes o processo de renovação urbana e desenvolvimento da infraestrutura da cidade nos últimos 30 anos.

 

 

ICES

 

A Iniciativa Cidades Emergentes vem sendo desenvolvida na América Latina e Caribe com 71 cidades médias emergentes de vários países. No Brasil, além de Palmas, integram a Iniciativa as capitais Florianópolis (SC), Vitória (ES), João Pessoa (PB) e Goiânia (GO), além do município de Três Lagoas (MS).

Comentários

comentários