Polícia Civil lamenta morte de agente de polícia em acidente

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por meio da Delegacia Geral, lamenta profundamente o falecimento do Agente de Polícia Civil, Geraldo Lima Filho, de 47 anos, fato ocorrido na madrugada do último sábado, em um acidente de trânsito, no perímetro urbano do município de São Sebastião.

Geraldo retornava para àquela cidade, onde residia, após participar de uma reunião do Sindicato dos Policiais Civis, em Augustinópolis.

Geraldo Neto ingressou na Polícia Civil, através de concurso público, no ano de 1994 e, trabalhou em praticamente todas as delegacias de polícia civil que compõem a 10ª Regional de Polícia Civil, tendo também atuado na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) de Araguaína e também da capital, Palmas.

Ultimamente, Geraldo Filho exercia suas funções como agente plantonista da Central de Atendimento da Polícia Civil de Araguatins. Durante toda a sua trajetória na Polícia Civil Tocantinense, Geraldo Lima Filho sempre exerceu suas atividades com muito profissionalismo e dedicação, sendo considerado um policial e um ser humano exemplar e motivo de inspiração para os demais colegas.

Para o delegado titular da 10ª DRPC, Eduardo Martins Artiaga, a morte do policial representa uma grande perda não só para a Polícia Civil, como também para toda a sociedade, uma vez que além de um profissional de grande competência, ele também era um ser humano de conduta ilibada que muito contribuiu para o bem da população tocantinense.

“Perdemos um excelente profissional e um grande ser humano, além de um companheiro de todas as horas, Geraldo Lima Filho foi um exemplo de dedicação, coragem e firmeza no exercício de sua profissão como policial civil, sempre pautando sua vida pessoal e profissional pela dignidade e honradez”, ressaltou.

O sepultamento de Geraldo Lima Filho ocorreu no final da tarde do último domingo, no cemitério municipal de São Sebastião e foi acompanhado por centenas de parentes e amigos, além de dezenas de policiais civis da 10ª DRPC, que prestaram uma última homenagem a Geraldo Lima Filho.

O Policial Civil era natural de São Sebastião e deixa esposa e quatro filhos. Com informações folhadobico.