Ateus lançam campanha para renomear Natal

billboard_20151207_c0-0-320-187_s885x516Duas das maiores organizações ateístas do mundo, a Freedom from Religion Foundation (FFRF) e a American Atheists mais uma vez provocam um debate no final do ano, pedindo que as pessoas parem de comemorar o Natal.

Ambas lançaram ao mesmo tempo suas campanhas, pedindo que as pessoas deixem de ir aos cultos de Natal e admitam que, embora se identifiquem como cristãos, vivem como ateus. A  FFRF sugere inclusive que o feriado seja renomeado para “Solstício de Inverno”, uma vez que, segundo eles, esse é o sentido original da celebração.

A FFRF imprimiu milhares de cópias de um panfleto que “revela” o verdadeiro significado do Natal. O solstício de inverno (o dia mais curto do ano), defendem era um festival milenar da Saturnália, que homenageava o deus romano Saturno. Quando o cristianismo começou a se espalhar pela Europa, trocaram a figura central por Jesus, atribuindo-lhe a data.

Para incrementar sua campanha, gravaram músicas conhecidas de Natal, usando a mesma melodia, mas substituindo a letra por temas ateístas. Curiosamente, o CD foi gravado por um ex-pastor e ministro de louvor chamado Dan Barker, que desenvolveu um profícuo ministério por 19 anos até “perder a fé”, em 1984. Desde então se dedica a divulgar o ateísmo como uma forma mais elevada de vida que o

Usando o argumento de que o Estado é laico, estão requerendo em diversos estados que não haja exibição em lugares públicos de cenários típicos da data, como presépios.

Já a American Atheists optou pelo humor em sua campanha contra o Natal.  Escolheram colocar outdoors em lugares estratégicos, como Colorado Springs, no Colorado, perto da sede de vários ministérios evangélicos como o Focus on the Family, e Lynchburg, na Virgínia, perto da Liberty University, uma das universidades cristãs.

O lema “Natal ateu” pede que as pessoas admitam para suas famílias que não creem em Deus, afirmando que mais cedo ou mais tarde todos se acostumarão com a ideia.

outdoor-ateu-contra-o-natal

Ateísmo crescente

Os dois grupos dizem que os outdoors são voltados para o número crescente de americanos que se definem como “sem religião”. Para a American Atheists, esse número está perto de 25 por cento, como aponta um levantamento recente do Instituto de Pesquisa de Religião Pública.

Contudo, nem todos os que se consideram “sem religião” são, necessariamente, ateus. De fato, é crescente o número de pessoas que não está ligada oficialmente a nenhum grupo religioso e não tem o hábito de frequentar templos. Pelos dados oficiais, o número de ateus declarados nos EUA não passa de 11% da população. Com informações Christian Today via Gospel Prime

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo