Em defesa contra expulsão, Kátia Abreu lembra que PMDB não puniu filiados condenados por crimes graves

A senadora Kátia Abreu, que enfrenta um processo de expulsão do PMDB por supostamente ter violado o Código de Ética e Fidelidade Partidária e o Estatuto da sigla, apresentou nesta quarta-feira (16) sua defesa. A parlamentar indicou 24 testemunhas, entre elas políticos do Tocantins, e lembrou que a legenda não propôs nenhum tipo de punição a filiados condenados por crimes graves, como corrupção e formação de quadrilha.

A representação contra Kátia Abreu foi apresentada pela Comissão Executiva Estadual do PMDB no Tocantins e encaminhada à Comissão Nacional, que julgará o caso. Para a acusação, ao discursar contra a aprovação da Reforma Trabalhista e criticar peemedebistas como Marcelo Miranda, Michel Temer e Romero Jucá, a parlamentar praticou atos “nocivos, provocativos e desrespeitosos” e promoveu “inequívoca afronta ao partido”.

Em sua defesa (veja a íntegra em anexo), Kátia Abreu diz que renomados nomes do PMDB têm enfrentado problemas de ordem criminal, sendo que alguns já foram condenados e presos – como o ex-deputado Eduardo Cunha e o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. “Até mesmo o presidente da República foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República”, lembra. O partido, porém, não questionou a conduta de nenhuma desses filiados.

A senadora solicita que sejam ouvidas 24 testemunhas. Veja os nomes indicados:

 

  1. Douglas Marcelo Alencar Schmitt – Tocantins
  2. Ângela Alves – Tocantins
  3. Alexandre Fleury Jardim – Tocantins
  4. Jorge Wazeler Pés (Jorge Gaúcho) – Tocantins
  5. Jair Martins – Tocantins
  6. Deputado Estadual Rocha Miranda – Tocantins
  7. Governador Ivo Sartori – Rio Grande do Sul
  8. Senador Renan Calheiros – Alagoas
  9. Senador Roberto Requião – Paraná
  10. Senador Eduardo Braga – Amazonas
  11. Senador Edson Lobão Filho – Maranhão
  12. Senador Eunício Oliveira – Ceará
  13. Senador Valdir Raupp – Rondônia
  14. Senador Jorge Vianna – Acre
  15. Senador Armando Monteiro – Pernambuco
  16. Senador Wellington Salgado – Minas Gerais
  17. Deputado Laura Carneiro – Rio de Janeiro
  18. Deputado José Augusto Pugliesi – Tocantins
  19. Ex. Governador André Puccinelli – Mato Grosso do Sul
  20. Ex. Prefeito Eduardo Paes – Rio de Janeiro
  21. Ex. Presidente Dilma Vanna Rousseff – Rio Grande do Sul
  22. Ex. Presidente Luís Inácio Lula da Silva – São Paulo
  23. Ministro Gilberto Kassab – São Paulo
  24. Ministro Leonardo Picciani – Rio de Janeiro

(Assessoria)