URGENTE: Terrorista abre fogo contra fiéis em igreja Batista e deixa 27 mortos, nos EUA

O templo da Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, Texas (EUA) foi palco às 11h30 desta manhã (hora local) de um atentado. Um homem entrou atirando contra os fiéis, deixando 27 mortos e pelo menos 30 feridos, afirmam os primeiros relatos.

No domingo, um homem branco “talvez com seus 20 poucos anos” abriu fogo com um rifle em uma igreja batista em Sutherland Springs, a cerca de 65 km a leste de San Antonio, matando pessoas com idades que variaram entre 5 e 72 anos, de acordo com o Departamento de Segurança Pública do Texas.

As autoridades não divulgaram oficialmente o nome do suspeito, mas duas fontes policiais que não quiseram se identificar disseram que o atirador era Devin P. Kelley, de 26 anos, segundo a agência de notícias AP. Um dos policiais disse que Kelly vivia nas proximidades de San Antonio e não parece estar associado a grupos terroristas.

Ele foi encontrado morto após uma pequena perseguição, mas as autoridades ainda não sabem se ele cometeu suicídio ou foi morto por um morador. A pessoa que conseguiu desarmá-lo não se feriu.

Segundo a agência de notícias AP, duas fontes policiais que não quiseram se identificar por conta das investigações em andamento, identificaram o atirador como Devin P. Kelley, de 26 anos. Um dos policiais disse que Kelly vivia nas proximidades de San Antonio e não parece estar associado a grupos terroristas.

A CNN afirma que Devin P. Kelley prestou serviço militar na Base da Força Aérea Holloman no Novo México, citando a porta-voz das Forças Aéreas, Ann Stefanek. Ele foi a julgamento depois de fazer a mulher e os filhos reféns. Ele cumpriu um ano de prisão.

A polícia ainda não sabe a motivação do crime. Freeman Martin, diretor do Departamento de Segurança Pública do Texas, disse que foram analisados posts que Kelley pode ter feito em redes sociais antes do ataque de domingo, incluindo um em que uma arma AR-15 é mostrada.

Os nomes da vítimas ainda não foram divulgados pelas autoridades. Sherry Pomeroy, mulher do pastor Frank Pomeroy da igreja, contou à CNN que a filha deles, de 14 anos, morreu no local durante o tiroteio. Sherry e o pastor estavam viajando em outro estado quando o ataque ocorreu. Com informações g1.