Racha na CGADB, pastores deixaram entidade para fundar nova convenção, ” Atual gestão é familiar e sindicalizada”.

Assim como fez Silas Malafaia no passado, o pastor Samuel Câmara, líder da Assembleia de Deus em Belém do Pará, poderá sair da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), para fundar uma nova convenção.

É sabido que há um grande descontentamento na CGADB que viu as últimas eleições serem marcadas por uma série de processos jurídicos e anulações. Todo esse processo embaraçoso prejudicou a imagem da denominação, uma das maiores do país.

Assista o vídeo da campanha do Pastor Samuel Câmara para presidente da CGADB nas últimas eleições de 2017:

Conheça a Equipe CGADB PRA TODOS

Olá queridos Amigos do Facebook. Quero que você conheça cada Pastor da equipe CGADB PRA TODOS. Assista o vídeo por completo para ver os SONHOS e PROPOSTAS que temos para a Convenção Geral e Assembleia de Deus no Brasil. Compartilhe e vamos propagar este vídeo para todo o Brasil. Não deixe de baixar gratuitamente o Ebook com nossas propostas e projeto para a CGADB. É só clicar neste link e seguir as instruções –> http://digital.boasnovas.tv/cgadb-pra-todosJuntos Somos Mais FortesSomos Assembleia de Deus

Posted by Pastor Samuel Câmara on Friday, February 10, 2017

 

 

Procurado, André Câmara, filho de Samuel, afirmou que, a essa altura, “é muito natural que pastores do Brasil inteiro estejam saindo e querendo se reorganizar em outras estruturas, pois não há espaço nem objetivos na atual gestão familiar e sindicalizada”.

Acrescentou ainda que “muitos pastores do Brasil já saíram ou estão em processo de sair, mas de forma espontânea e pessoal. Parece inevitável que um movimento levantado por Deus aconteça para dar dinâmica e visão para pastores assembleianos”.

Seria uma convenção mais “livre e fiel às ideias históricas da Assembleia de Deus”, garante André. Encerrou dizendo: “A Assembleia de Deus é uma igreja e movimento que tem potencial de incendiar o Brasil para Jesus com apoio de uma convenção, mas nada se faz nos últimos 30 anos e aparentemente permanecerá assim. Friso que não estou falando da estagnação das igrejas da Assembleia de Deus, mas da convenção que tenta representá-la. Convenção é para servir a igreja, mas o que existe hoje é uma convenção que deseja ser servida pela igreja”.

Esse movimento não é de uma pessoa só, pois inclui vários pastores e ministérios. O pastor Samuel foi procurado por eles, mas não está liderando, conforme assegura o filho.

Membro há mais de 30 anos da CGADB, Samuel Câmara não nega que vem sendo visitado por pastores vindos de diversos estados. O desejo é que ele assuma a liderança desse grupo dissidente. Algumas reuniões nesse sentido já aconteceram, mas não existe nada oficial. Com informações gospelprime.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of