Resultado Final da Enquete dos Possíveis candidatos Militares a Deputados Estadual em 2018; confira

Da Redação

A enquete foi realizada entre os dias 22 a 27 de novembro de 2017, sendo que 2.986 pessoas demonstraram suas intenções de votos para os possíveis candidatos Militares a Deputados Estaduais, nas eleições de 2018.

Citamos na enquete, alguns possíveis nomes em destaques no estado, que possivelmente disputarão às vagas da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Foi formulado a seguinte pergunta…

Qual candidato Militar tem sua preferência para deputado estadual em 2018.

 

Print tirado da página da enquete às 18 horas

 

O resultado da enquete destacou 14 (quatorze) nomes que poderão ter uma boa votação na opinião dos Tocantinense em 2018, sendo que o militar Sargento Moreira do 1º BPM, liderou o resultado da enquete com 605 votos (20,23%); o segundo colocado foi o Sargento Júnior Brasão, com 464 votos (15,5%); o terceiro mais votado foi o Sargento Quirino, com 450 votos (15,07%); Sargento Aragão ficou em quarto lugar com 337 votos (11,28%), quinto colocado foi o Coronel Benício com 327 votos (10,9%); sexta colocação ficou com o Major Edivardes, com 286 votos (9,5%); o Soldado Alcivan com 212 votos (7%), ficando na sétima posição.

Confira os demais colocados:

Sargento Jenilson com 119;

Major Negreiro com 62;

Sargento Máximo 49;

Major Chaves 25;

Sargento J.Souza 23;

Major Diórgenes 19;

Tenente Amaral 8.

 

 

Gráfico do número de votos dos 7 primeiros mais votados

 

 Diferença entre enquete e Pesquisa eleitoral

 

É preciso lembrar aos internautas que Conforme a definição, enquete é a simples coleta de opiniões de eleitores sem nenhum controle de amostra e sem a utilização de método científico para sua realização.

Esse tipo de consulta depende apenas da participação espontânea do interessado.

Já as pesquisas eleitorais requerem dados estatísticos realizados junto a uma parcela da população de eleitores, com o objetivo de comparar a preferência e a intenção de voto a respeito dos candidatos que disputam determinada eleição.

Publicamos as Biografias dos 5 candidatos mais votados nesta primeira enquete:

 

 

Biografia do Sargento Moreira

Ismael Freitas Moreira, nasceu em (Goiatins, 8 de abril de 1969), conhecido como Sargento Moreira, filho de Deocleciano Moreira Lima e Aldenir Freitas Moreira. Ingressou na polícia Militar do Estado do Tocantins (26, de julho de 1990), fez o curso de CFSD na cidade de Arrais, veio para Palmas em Abril, de 1991, desde então trabalhou no 1º BPM, foi soldado por 19 anos e 10 meses; foi um dos líderes do movimento grevista que em 2001, aquartelou 450 policiais militares no Primeiro Batalhão de polícia do Tocantins, o objetivo era reivindicam 47% de aumento salarial e melhores condições de trabalho. Teve prisão decretada por 11 dias, e ao se apresentar ao juiz teve o relaxamento da prisão decretada.

Foi submetido ao Conselho de Disciplina da PMTO, onde foi absolvido, porém mesmo assim foi optado pela exclusão do militar.

Foi um dos 18 PMs exonerados, onde ficou fora das fileiras da Polícia por 2 anos e 8 meses, retornando após a lei de anistia do Estado do Tocantins, e posteriormente do Governo Federal através da lei número 12.848, de 2 de agosto, de 2013.

Após a anistia, foi incorporado ao Corpo de Bombeiros Militares do Tocantins, onde permaneceu por 2 anos, Mas, por uma falha na lei, o militar retornou as fileiras da PMTO, e desde então trabalha no 1º BPM.

Fez o curso de Cabo pela academia de Polícia Militar do Tocantins em 2010.

 

Biografia Sargento Júnior Brasão

Antônio Vieira da Silva Júnior, nasceu em (João Lisboa-MA, em 23 de outubro de 1973), conhecido como Sargento Júnior Brasão, filho de Antônio Vieira da Silva e Rita Maria de Oliveira.

Ingressou na polícia Militar do Estado do Tocantins em (25, de Outubro de 1993).

 

Biografia do Sargento Quirino

Genival Quino Rodrigues, conhecido como Sargento Quirino, é natural Wanderlândia-TO, Nasceu em (13 de Outubro de 1974), filho de Antônio Alves Rodrigues e Raimunda Quirino Rodrigues.

Ingressou nas fileiras da PMTO, em 5 de maio de 1993.

Em 2014, foi eleito como vice-presidente da Associação de Praças da Polícia e Bombeiros Militares de Araguaína-TO (APA), sendo reeleito para o cargo em 2017 para o triênio 2018-2020. Onde atual para melhorias nas condições de trabalho da categoria e manutenção de direitos dos militares.

 

Biografia do Sargento Aragão

Manoel Aragão da Silva (Patriota), 52 anos, conhecido como Sargento Aragão. Nascido em 14 de outubro de 1965, em Sertânia (PE), é bacharel em Direito pelo IEPO-TO, em 2010. Defensor da Segurança Pública e da classe policial militar do Tocantins, Aragão ingressou na carreira militar em 1989 e veio para o Tocantins em 1991, já como sargento. Foi presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar e Bombeiros Militares do Estado do Tocantins de 2001 a 2003. Elegeu-se deputado estadual pela primeira vez no pleito de 2003-2007, registrando muitas conquistas, como o retorno dos policiais militares expulsos da corporação em 2001 em razão do histórico movimento reivindicatório, assim como a incorporação da FEC/2001 para todos os militares ativos e inativos, projeto este que beneficiou diretamente cerca de 6.000 PMs.

Em 2006, Aragão conquistou a primeira suplência do PPS na Assembleia, sendo o segundo candidato mais votado de seu partido, com 7.865 votos.

De 2006 a 2009, no Governo Marcelo Miranda, exerceu o cargo de secretário-Extraordinário para Assuntos Parlamentares e, em 2009, assumiu uma vaga na Assembleia, como suplente do PPS, no lugar do deputado Eduardo do Dertins. Sargento Aragão foi presidente Metropolitano, 1º vice-presidente estadual e membro do Diretório Nacional do Partido Popular Socialista, foi vice-presidente da Associação Nacional dos Praças (Anaspra). O deputado é autor de projetos que concederam reajustes aos policiais, progressão na carreira e também promoções.

Retornou para o Parlamento Tocantinense como titular, eleito com 13.159 votos para a Legislatura 2011-2015.

Atualmente é  o presidente regional do Partido Ecológico Nacional (PEN), agora conhecido como PATRIOTA.

 

Biografia do Coronel Benício 

Coronel Luiz Cláudio Gonçalves Benício tem 45 anos, (nasceu em Goiânia-GO), mas tem como terra natal Pedro Afonso-TO, e está na Polícia Militar desde 1989. É formado em Direito e no Curso de Formação de Oficiais, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais e Superior da Polícia Militar.

Em sua carreira militar foi Comandante da 3ª CIPM – Companhia Independente da Polícia Militar, em Guaraí-TO; 2ª CIPM em Dianópolis; 5ª CIPM em Paraíso; 4ª CIPM em Araguatins, Chefe de Segurança da Casa Militar, Diretor de Pessoal da PM, Comandante do 8º BPM – Batalhão da Polícia Militar em Paraíso e 4º BPM em Gurupi.

No dia 22 de Outubro de 2012, o governador Siqueira Campos nomeou o coronel Luiz Cláudio Gonçalves Benício ao Comando Geral da Polícia Militar, onde permaneceu até 4 de abril de 2014.

 

 

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo