13 deputados, prestigiam lançamento da pré-candidatura de Mauro Carlesse a governador do Tocantins

O lançamento da pré-candidatura de Mauro Carlesse (PHS) ao governo do Tocantins, ocorrida ontem a noite no espaço da boate The Club, em Gurupi, foi marcado pelos discursos divididos entre o apoio imediato à sua candidatura, como fez os deputados Eli Borges (PROS), Osires Damaso (PSC), Rocha Miranda (PMDB) e Wanderlei (SD), enquanto outros defenderam alianças, até as convenções, com seus pré-candidatos ao governo como foi o caso da deputada Luana Ribeiro (PDT) que apoia Ronaldo Dimas (PR), Olyntho Neto (PSDB) que apoia o senador Ataídes Oliveira (PSDB), Nilton Franco (PMDB) e Cleiton Cardoso (PSL) da base do governador Marcelo Miranda (PMDB) e Zé Roberto (PT) e Toinho Andrade (PSD) divididos entre os pré-candidatos Paulo Moura (PT) e a senadora Kátia Abreu (sem partido).

Na abertura do evento o ex-vereador, presidente do PHS de Gurupi e pré-candidato a deputado Estadual, Gleydson Nato, afirmou as convicções do partido na região sul do Tocantins na chapa proporcional. “Quero deixar aqui o recado do PHS, que em Gurupi vamos ter nossos candidatos a deputado estadual e federal”, disse.

Em seguida os deputados discursaram em apoio à pré-candidatura de Carlesse, conforme o leitor poderá ler abaixo alguns trechos dos discursos:

Eli Borges (PROS)

“O senhor é um grande personagem capaz de promover a evolução que este nosso Tocantins precisa e estou aqui para dizer que me rendo ao perfil de vossa excelência que neste momento, junto com todos outros começa a debater o tempo do municipalismo, da política fiscal de responsabilidade”.

Osires Damaso (PSC)

“Deus me abençoou e me deu oportunidade na vida e é por este motivo que estou aqui hoje neste momento que o cidadão e cidadã do Tocantins tem que escolher o que quer para os seus filhos e netos e é nesta esperança que nós temos o Mauro Carlesse para ser o governador do Tocantins e vai dar oportunidade ao povo deste estado. […] A minha vinda aqui foi tão somente para deixar minha mensagem ao povo do Tocantins que eu acredito em Mauro Carlesse, que é o futuro do Tocantins”.

Wanderlei Barbosa (SD)

“Eu vou andar com você de norte a sul e estar com você em todos os palanques. Vou declarar o apoio a você aqui hoje e dizer que eu sou um voluntário do Carlesse porque o Tocantins precisa de você. Todos somos de partidos diferentes, mas com o pensamento unido porque nós acreditamos no seu trabalho”.

Traição e rompimento

Houveram também discursos de rompimentos, como o do deputado Rocha Miranda (PMDB) que, após declarar apoio a Carlesse, fez duras críticas ao governador Marcelo Miranda (PMDB), ao considerar traído depois de quatro anos.

“Neste momento se começa a escrever uma nova história administrativa e política no Estado do Tocantins e por isso eu vim aqui trazer a você Carlesse que você é a esperança que o Tocantins precisa de um homem melhor e não me venha dissimular com impostos, mas traga um plano de governo voltado para criar empregos e carreira. Não me passa a vergonha de ver uma fábrica daquela em Colinas que empregava quase 400 pessoas e por desentendimento de um governo incompetente a empresa está parada. Eu quero dizer que estou sobre um bombardeio pesado do Palácio Araguaia, mas eu sei o que é ser correto e honesto e, eu fui traído e por ser besta demais passei por quatro anos sendo traído por um amigo que eu pensava que era, o governador Marcelo Miranda”, desabafou Rocha Miranda.

Defesa de alianças

Os deputados com fortes ligações com pré-candidatos ao governo Senadora Kátia Abreu (PMDB), Ronaldo Dimas (PR), Marcelo Miranda (PMDB) e Ataídes Oliveria (PSDB), todos, defenderam alianças com Carlesse nas formações das chapas majoritárias.

“A minha alegria foi ver o deputado sentado junto com o senador Ataídes do nosso partido iniciando uma discussão para o futuro do estado do Tocantins […] Eu torço para que esta discussão gere lá na frente nós estejamos juntos e você sabe que pode contar comigo como companheiro e como soldado daquilo que precisar porque eu sei do seu comprometimento”, disse Olyntho Neto (PSDB).

Nesta mesma linha seguiu o discurso da Luana Ribeiro (PDT), que apoio a pré-candidatura do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas ao Governo do Tocantins. Ela chegou a comparar a trajetória de vida de Carlesse com a de seu pai, senador João Ribeiro.

“Eu acho a história da sua vida muito parecida com a história do meu pai […]. Tem um candidato (Amastha) que não sabe o que o povo do Tocantins precisa, de verdade. Ele não respeita a classe política, mas ama o poder e é isso que diferencia de você (Carlesse) que gosta das pessoas de verdade”, disse Luana.

Toinho Andrade (PSD) que faz parte do grupo da senadora e pré-candidata ao governo, Kátia Abreu (sem partido) seguiu na mesma linha em defesa de alianças com Carlesse.

“Pedimos a Deus para que possa lhe abençoar para que você possa ser o governador que o povo do Tocantins espera. Gurupi já teve um vice-governador do Estado (João Cruz) e você e agora tem uma nova oportunidade de ser o próximo governador do Tocantins e isso é um desejo nosso, Carlesse”.

Da base do governador Marcelo Miranda, o deputado Nilton Franco (PMDB) defendeu a união do seu grupo com o do pré-candidato Mauro Carlesse.

“O deputado Mauro Carlesse tem procurado o diálogo e já procurou o senador Ataídes que é pré-candidato a governador e também já estava com o governador Marcelo Miranda que também é pré-candidato à reeleição pelo PMDB e também já esteve com o prefeito de Palmas, o colombiano; enfim tem buscado esta união. Eu quero dizer que política não se faz sozinho, mas é a força da união do povo aonde iremos a partir de agora discutir a nossa chapa de governo”, disse.

O deputado Ivory de Lira (PPL) fez uma avaliação da força partidária na composição de uma chapa majoritária. Para ele, até o momento, nenhum pré-candidato ao governo conseguiu reunir tantos representantes de partidos em um evento.

“O que mais me impressionou é a presença de 13 deputados de 13 siglas partidárias. Ninguém consegue construir uma candidatura majoritária no Estado se não tiver a abertura de entendimento de conversas com partidos políticos do Estado e o Mauro Carlesse está dando uma demonstração de que tem acesso, que é habilidoso com a capacidade de debater para construir uma grande chapa majoritária vitoriosa para disputar as eleições deste ano”, avaliou o deputado.

O lançamento da pré-candidatura de Mauro Carlesse contou também com a participação do deputado federal Carlos Gaguim, dos prefeitos de Peixe, Palmeirópolis, Alvorada, Nova Rosalândia, Formoso do Araguaia, Jáu do Tocantins e Cariri. Assim como vereadores de várias cidades e de Gurupi como os da base do prefeito Laurez Moreira: Valdônio Rodrigues, Ivanilson Marinho, Zezinho da Lafiche, André Caixeta, assim como presidentes de Câmaras Municipais, dentre eles o de Cariri Gero Laimer, vice-prefeitos de várias cidades do Estado.

No fechamento do evento, Carlesse afirmou os motivos que colocou o seu nome como pré-candidato ao governo do Tocantins.

“Acredito firmemente nesse projeto que aproxima os municípios e os cidadãos do poder estadual. Assim, vamos resolver os problemas de forma regionalizada e mais eficiente. Nossa pré-candidatura sai hoje de Gurupi para conquistar o Tocantins”, disse Carlesse.  Com informações atitude.