Cães passam a auxiliar no patrulhamento da Guarda Metropolitana de Palmas

Wédila Jácome

As forças de Segurança da Capital agora contam com a ajuda de cães da raça pastor Belga Malinois no patrulhamento da cidade, conforme determina a Medida Provisória Nº-7, publicada no dia Diário Oficial do Município de Palmas no dia 19 de fevereiro.  Os guardas metropolitanos de Palmas já participaram do curso de treinamento intensivo com os cães. O projeto foi possível, graças à parceria com a empresa Alfa Dog.

Para o mês de março, o patrulhamento ganha reforço com outros cães de faro que foram doados pela Polícia Militar do Distrito Federal. O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Major Leonardo Coelho, explica que o grupo de Ações Táticas com Cães da Guarda Metropolitana (Atac) é um projeto inovador que visa fortalecer as ações de patrulhamento urbano através do uso de cães, para proteção de patrimonial público e de pessoas. Também existem os cães de faro para localização de drogas.

“É um projeto que executamos a construção de canil, ofertamos treinamento para nossos guardas e agora receberemos outros cães de faro que foram doados pela PMD”, disse o secretário. Ele acrescentou ainda que os guardas metropolitanos irão participar, no próximo mês, de um estágio operacional em Brasília para ter toda vivência de canil e treinamentos específicos.

Além disso, o objetivo do projeto Atac é ser um elo entre as forças de segurança, como a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, entre outras instituições de segurança, que precisarem do serviço.