Urgente: Missionários morrem em ataque de piratas no Rio Negro em Amazonas

Manaus, AM, Brasil: Encontro das águas dos rios Negro e Solimões, em Manaus. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo dos três homens desaparecidos no Rio Negro, em Manaus, Amazonas, desde sexta-feira (16). Eles foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), onde as vítimas foram identificadas como missionários da região.

Raimundo Marcelo Alves Moura, de 37 anos; Jardel da Silva Ribeiro, de 22 anos e Cristiano Cezar de Souza Conceição, de 38 anos, faziam trabalhos comunitários com a população ribeirinha do município de Tarumã (AM), quando foram assaltados por piratas.

Um grupo de criminosos invadiu a lancha dos religiosos e os obrigou a pular na água. Além das três vítimas, havia um quarto missionário no barco, Alexandre Eduardo de Salles, de 33 anos. Ele era o único que sabia nadar e conseguiu se salvar.

Alexandre chamou a Polícia Militar, mas as buscas só começaram no dia seguinte. Dois deles foram encontrados na tarde de sábado (17) e o terceiro, no domingo (18). Nenhum deles foi achado com vida. Os piratas estão foragidos e a Polícia Civil do Amazonas investiga o caso.

Os quatro missionários faziam parte da Associação MUDY Resgatando Vidas para Cristo, projeto de ressocialização de ex-usuários de drogas da Igreja Pentecostal e também atuavam na cidade de Nossa Senhora de Fátima (AM).

Com informações Pleno News