Pastor bom é pastor que visita: será?

"Igrejas matam pastores e a si mesmas quando cobram deles o que não é sua principal função"

O escritor e teólogo Wilson Porte publicou em seu blog nesta terça-feira, 06, a primeira parte de um artigo onde analisa, à luz das Escrituras, o papel do pastor no ministério da visitação desempenhado pela Igreja,

Porte, com muita sabedoria, traz uma reflexão sobre o que seria a prioridade no ministério pastoral e onde fica a responsabilidade deste ministro na área da visitação.

Confira:

O que é para você um pastor bom? Seria o pastor que visita? Aquele que tem “cheiro de ovelha”? Muita gente diz que “pastor bom é pastor que visita”, pastor que conhece suas ovelhas, que tem lã em suas roupas. Mas, seria isso mesmo? Creio que a confusão começa pela má compreensão desse verso:

Então, lhes propôs Jesus esta parábola: Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? Achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo. E, indo para casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Lc 15.3–7

Quem é o pastor aí?

Há muita gente que usa esta parábola para mostrar aos pastores o seu dever de visitar. O problema é que esta parábola não fala dos pastores das igrejas cristãs. A parábola fala de Jesus encontrando os perdidos, e não dos pastores que devem visitar os membros afastados de sua igreja.

A parábola fala de como há alegria no céu “quando um pecador se arrepende”. Fala de salvação. E Jesus é o “bom pastor” que veio até nós para nos resgatar. Usar esta pa….(Continue a leitura AQUI)

Sobre o autor

Wilson Porte Jr. é escritor, com 5 livros publicados (todos à venda na Loja Virtual deste site) e mais 3 sendo escritos no momento.

Ministro de confissão religiosa ordenado pela Convenção Batista Brasileira. Atualmente, pastoreia a Igreja Batista Liberdade em Araraquara-SP.

Estudou Teologia no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, Rio de Janeiro-RJ, e no Seminário Bíblico Palavra da Vida, Atibaia-SP, sendo graduado pelo último.

Em 2011 concluiu o Mestrado em Teologia pelo Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper, da Universidade Mackenzie em São Paulo-SP.

Tags
Comentários