Pastor visita ex-presidente Lula na prisão e afirma que apoio dos evangélicos está cada vez maior

Pastor Ariovaldo Ramos

O pastor Ariovaldo Ramos, que ultimamente vem ganhando um destaque notório por estar trocando as pregações pela militância política pró-PT, está na boca do povo. Ele recentemente fez uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tudo aconteceu nesta última segunda-feira, dia 25 de junho.

Todos sabem que Lula foi condenado a 12 anos de prisão, por estar envolvido em corrupções passivas de lavagem de dinheiro e, atualmente, cumpre sua pena na carceragem da Polícia Federal, localizada em Curitiba. O pastor Ariovaldo, que repassa a palavra de Deus a Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito, grupo que conta com mais de 10 mil seguidores no Facebook, comentou sobre sua visita e alegou que esperava ver um Lula abatido, porém, o que viu foi algo completamente diferente.

ENCONTRO COM LULA

Ramos contou que, ao chegar, viu um ex-presidente muito forte, tranquilo e com o total saber de que está agora sofrendo – na verdade – uma intensa perseguição política. Lula também acredita de coração que é inocente de todas as acusações e espera que o povo brasileiro volte a ter aquela “esperança”.

A página oficial do PT divulgou um vídeo, em que o pastor insiste que o ex-presidente do Brasil possui a total certeza de sua inocência e que mereceria ter sua liberdade como um cidadão de bem, direito que lhe foi tirado ao ser “vitimado pela injustiça”. Ariovaldo Ramos também revelou que os dois conversaram bastante e até falaram sobre a fé de Lula em Cristo.

Ramos contou que oraram e ele mesmo pediu para que o Espírito Santo de Deus fizesse algo para que o ex-presidente fosse solto, algo que fosse em prol de sua liberdade. A oração serviu também para os pobres e para toda a nação brasileira. Deixou subtendido que a Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito cresce cada vez mais.

Com isso, os eleitores evangélicos estariam cada vez mais indo para o lado do PT e destinados a votar em Luiz Inácio Lula da Silva. Mesmo preso, ainda é o candidato a presidência, todos os dias novas tentativas de soltura não dão certo e seu partido não parece ter desistido.

COM INFORMAÇÕES: 1news