3 coisas que os cristãos devem se lembrar quando compartilhar o Evangelho aos descrentes

O Senhor Jesus Cristo ordenou todos os que acreditam e seguem para pregar o Evangelho a todos os homens, fazei discípulos de quem iria acreditar nele.

Enquanto muitos cristãos se sentem inadequados para fazer tal tarefa, o grande aqui é que o Senhor Jesus não é um tirano que gosta de deixar seu povo enfrentar dificuldades sem esperança de sucesso.

De fato, o Senhor Jesus tornou tão acessível para todos nós que acreditamos nele. Este artigo é escrito com a esperança de que todos os que lêem isso acreditam que podem fazê-lo pela graça de Deus.

Aqui estão algumas coisas que os cristãos devem lembrar ao compartilhar o Evangelho com aqueles que não acreditam em Cristo.

1) Mandamos pregar o Evangelho a todos, sem exceções

Muitos cristãos pensam que pregar o Evangelho é um comando dado apenas aos que têm um “chamado especial” ou “unção” ou “liderar” para fazê-lo. Errado. É um comando dado a todos os que acreditam nele.

Enquanto que o primeiro ponto é compreensível, o que muitos cristãos não entendem é que somos ordenados a pregar o Evangelho a todos na criação. Somos ordenados a falar amor redentor de Deus em Cristo a todos, sem exceções.

2) Nem todo mundo vai acreditar

Muitos cristãos sentem desencorajados de compartilhar o Evangelho, pensando que as pessoas pudessem compartilhar isso apenas não pode acreditar.

“E se eu compartilhar e eles me rejeitar?” Eles perguntaram. “E se eles não acreditam que o Evangelho?”

O próprio Senhor Jesus disse que deveríamos concentrar apenas em pregar o Evangelho a todos. Não podemos forçar as pessoas a acreditar em Cristo; nosso trabalho é apenas para pregar às pessoas sobre ele.

Jesus disse em Marcos 16:16,

“Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

3) Os sinais e maravilhas seguirão aqueles que acreditam

Muitos cristãos acham que é impossível compartilhar o Evangelho. Ainda mais achar que é difícil acreditar que Deus poderia fazer milagres. Bem, o Senhor Jesus disse que, se acreditamos, sinais e maravilhas seguirão nos:

“E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e se beberem alguma coisa mortífera, não tem por prejudicá-los; se impuserem as mãos sobre os enfermos, eles ficarão curados.” (Marcos 16: 17-18)

Estes sinais e maravilhas são apenas uma confirmação de que Ele está conosco, como prometeu:

“E Jesus veio e falou com eles, dizendo:” Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Vai, pois, e faz discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar todas as coisas que eu lhe ordenei; e eis, eu estou contigo sempre, até o fim da era . “Amém”. (Mateus 28: 18-20)