Evangélico perdoa e abraça motorista que matou seu filho atropelado

Um australiano teve um encontro emocionante com o motorista acusado pela morte de seu filho, na cidade de Springwood, em Brisbane, na Austrália, nesta sexta-feira. O crime aconteceu no Natal. Segundo as autoridades, Adrian Murray, de 24 anos, dirigia alcoolizado quando atropelou a vítima, Josiah Sisson, de 9 anos. Mesmo assim, o pai do pequeno, Karl Sisson fez questão de perdoar o responsável pela morte do pequeno. As informações são do jornal “ABC News”.

O encontro aconteceu na igreja onde Karl ministra seus cultos, no dia seguinte à tragédia. Emocionados, o pai da vítima e o acusado pelo crime se abraçaram e choraram. “Ele caiu nos braços de Karl, que foi corajoso o bastante para segurá-lo e tratá-lo com cortesia”, disse Peter Field, que também é pastor na instituição. “Como é de se imaginar, foi um momento de muita emoção para todos”, acrescentou.

A morte de Josiah aconteceu enquanto ele estava no quintal observando os enfeites natalinos colocados ao redor de sua casa. Murray perdeu o controle do veículo e o atropelou. Ele foi acusado de homicídio e aguarda o início de seu julgamento em liberdade.

(Extra)