Miriam Leitão se sente incomodada com oração de Bolsonaro e manda indireta para cristãos

Opositora ferrenha a candidatura de Jair Bolsonaro, a jornalista Miriam Leitão da GloboNews e da Rede Globo, durante toda campanha eleitoral tem tratado o candidato pelo PSL de maneira imparcial, sentiu-se incomodada ao vê-lo em uma roda de oração antes de seu primeiro pronunciamento como presidente eleito na televisão.

Ela disse que a atitude de Jair Bolsonaro causa ‘preocupação’, pois segundo Miriam é ‘Separar Estado de Igreja é fundamental’.

Ao tomar a palavra, Magno Malta, que é pastor evangélico e apoiador de Bolsonaro disse “Os tentáculos da esquerda jamais seriam arrancados sem as mãos de Deus”. Citando o livro bíblico de João, versículo 8:23 – “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” -, e conclamando o “exército” que o elegeu em seus discursos, Bolsonaro criticou a mídia e os opositores no pronunciamento pelas suas redes sociais, pouco antes do fato citado pela jornalista.

“O Estado brasileiro é laico. Um grupo de cristãos… Aquilo [a roda de oração] cria um pouco de preocupação. O compromisso de um estado laico é fundamental. É conquista da reforma protestante, inclusive. Separar Estado de Igreja é fundamental”, disse incomodada a jornalista que tem preferência pela esquerda Miriam Leitão.

Jair Bolsonaro faz oração em rede nacional ao ser eleito presidente do Brasil
Após se pronuncia na internet via Facebook, o Presidente eleito Jair Bolsonaro, fez o seu primeiro pronunciamento para as emissoras de televisão, dando inicialmente a oportunidade de palavra ao seu amigo pessoal e aliado político o senador Magno Malta (PR).

Magno Malta pediu para que todos os presentes dessem as mãos e começou a orar agradecendo a Deus pela vitória.

FONTE: portalpadom