Vereador Lúcio Campelo diz que é “a favor da pedofilia” durante votação de projeto sobre violência sexual

Fala ocorreu em reunião da comissão de Constituição e Justiça. No momento estava sendo votada a criação da Semana de Combate a Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes de Palmas.

Vereador disse que se expressou mal — Foto: Heitor Moreira /

A fala do vereador Lúcio Campelo durante uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores de Palmas tem causado polêmica. O grupo estava votando a criação da Semana de Combate à Violência e Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes, mas de repente um dos microfones do plenário vazou a seguinte fala: “eu sou é a favor da pedofilia”.

A fala é do vereador Lúcio Campelo (PR). Durante uma entrevista ele comentou o que disse na sessão. “Eu quis antecipar meu voto e fiz a fala errada. Assumo que fiz a fala errada. Quero pedir minhas escusas à sociedade palmense porque isso não é do meu caráter e do meu comportamento […] De fato, houve uma fala equivocada. Se tiver preço a gente tem que assumir e pagar”, afirmou.

Nenhum dos parlamentares que estavam na reunião se manifestou sobre o que foi dito. Participavam da sessão os vereadores Diogo Fernandes (PSD), Tiago Andrino (PSB), Major Negreiros (PSB), que estavam na mesa diretora, e Lúcio Campelo (PR). O vereador Rogério Freitas (MDB) também faz parte da comissão, mas não aparece no vídeo.

O G1 ligou para a assessoria da Câmara de Vereadores e aguarda resposta.

Apesar da fala do vereador que afirma ser favorável à pedofilia, o projeto que institui a Semana de Combate à Violência e Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes foi aprovado por unanimidade.

Com informações g1/tocantins.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of