Justiça Federal decide soltar Carlão da Saneatins preso pela PF

Carlão da Saneatins foi preso pela Polícia Federal — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O juiz federal substituto João Paulo Abe, da 4ª vara da Justiça Federal em Palmas, concedeu liberdade provisória ao ex-superintendente do Incra no Tocantins, Carlos Alberto da Costa, conhecido como Carlão da Saneatins. Ele estava preso desde o dia 19 de dezembro do ano passado, quando foi alvo de uma operação da Polícia Federal contra supostos desvios no instituto.

Para ser solto, Carlão da Saneatins terá que pagar fiança de 50 salários mínimos e ficará impedido de se ausentar por mais de 30 dias consecutivos de Palmas. Ainda cabe recurso à decisão.

A defesa informou que o ex-superintendente deve pagar a fiança nesta sexta-feira (11), ele só será solto após o pagamento.

A medida foi tomada após a Justiça entender que a exoneração dele do cargo era suficiente para garantir a ordem pública e impedir que ele interferisse na investigação.

O pedido de prisão foi feito pela Polícia Federal e pelo procurador da república Paulo Marques. O Ministério Público Federal afirma que a movimentação bancária nas contas de Carlão é desproporcional e incompatível com a condição de agente público.

A investigação começou após um relato anônimo que dizia que Cartão “parece ter transformado o gabinete do superintendente em verdadeiro ‘balcão de negócios’. A repartição agora é onde se negocia com empresários”. O ex-superintendente teria recebido propina em valores que chegam a R$ 5 milhões.

Com informações g1.

Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of