Depois de cartão de Crédito Igreja Lagoinha lança Pizzaria Missionária

A família Valadão é conhecida por inovar.São sem tirar,nem por,uma das famílias mais poderosas e influentes no mundo gospel.Sua igreja,Batista da Lagoinha segue o mesmo ritmo e também é conhecida por fazer coisas radicais.

Pois o empreendedorismo,corre solto na igreja! Depois de na semana passada,André Valadão anunciar um cartão de crédito fé,esta semana a Pastora Renata Valadão,mãe de André,anunciou a Pizzaria Lagoinha.Localizada há poucos minutos da igreja,a pizzaria foi iniciativa da própria juventude da igreja que montou o estabelecimento comercial para fins sociais.Acredite se quiser!

Renato divulgou a fim de ajudar o estabelecimento.Segundo informações,o lucro da pizzaria financia projetos sociais da igreja.O slogan da pizzaria mostra seu propósito

“Renda para obra social,você come e não fica com a consciência pesada!”,diz o slogan.

A pizzaria que já funciona há algum tempo ferve nas noites pós-culto,por estar a cerca de 200 metros da igreja,os fiéis já saem e vão para o local se alimentar.E crente come!

Do jeito que a Igreja Batista da Lagoinha vai ,podem inaugurar um hotel também.A igreja do Diante do Trono,virou referência em todo o Brasil e é ponto turístico gospel para quem vai a Belo Horizonte.

Uma família tremendamente carismática,atrai pessoas de Brasil e do mundo inteiro para ver Ana Paula ,André,Mariana,Felipe,Márcio ou Renata Valadão,fora os famosos do mundo gospel que lotam a igreja.Numa peregrinação que faz a capital lotar hotéis e restaurantes de tempos em tempos.A igreja faz muitas conferências e congressos,que não são de entrada gratuita.Os ingressos para gravações de shows,palestras e eventos fora do culto,chegam a 180 por pessoa.A igreja que acomoda 7 mil pessoas,fica abarrotada nessas épocas e um projeto de um novo templo para 30 mil lugares já foi anunciado.

A própria igreja local da Lagoinha já anunciou ter mais de 50 mil membros na cidade.Depois de 30 anos o Pastor Márcio Valadão resolveu abrir filiais.Mas sua proposta inicial era manter a igreja local e ganhar 1% Belo Horizonte para sua congregação.