Não toqueis no ungido do senhor”, diz vídeo publicado no canal de Malafaia no dia da morte de Boechat

Uma grande polêmica está circulando na internet após a morte do jornalista Ricardo Boechat envolvendo o pastor Silas Malafaia. Há algum tempo atrás o repórter proferiu palavras de baixo calão contra o pastor em resposta a twitter de Malafaia direcionado a ele.

A polêmica foi tão grande que Malafaia disse que iria processar Boechat e o jornalista chegou a se retratar publicamente a Malafaia.

Assim que saiu a notícia da morte do jornalista num acidente de helicóptero, naturalmente muitos internautas começaram a questionar. Indagavam-se, se a morte não teria sido um castigo de Deus para o jornalista.

Por conta dos questionamentos do público evangélico, Malafaia gravou um vídeo se solidarizado com a família da vítima. Ainda lamentou a perda de Boechat como grande jornalista. Ficou bonito de se ver o grande coração do pastor que Malafaia chegou a dizer que não acredita num Deus que castiga quem xinga ele.

Porém, as boas intenções do pastor começaram a ser questionadas também.
Tudo porque alguém mais observador deu-se conta que no mesmo dia do trágico acidente, o canal de Malafaia publicou um vídeo falando sobre autoridade espiritual. Pode-se até observar que a data do vídeo é 11 de fevereiro, mesmo dia da morte de Boechat.

O conteúdo do vídeo é o que mais choca. Nele Malafaia fala, numa pregação antiga, sobre o poder que existe na autoridade espiritual. Segundo ele que , de forma alguma, não se deve “tocar no ungido”. Ele citou e usou alguns exemplos. Disse até a possibilidade de morte, ao despertar a ira de Deus sobre aquele que toca em um ungido do Senhor.

As declarações antigas porém republicadas no mesmo dia do acidente pegaram mal para o pastor. E muito burburinho aconteceu nas rede sociais por conta disso. Malafaia ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Ricardo Boechat morreu aos 66 anos numa queda de helicóptero quando ia para o trabalho na Rede Band de televisão.