Se Jesus voltasse hoje, você estaria pronto para ser julgado?

“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição e muitos são os que entram por ela. E porque estreita é a porta e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem”. Mateus 7.13-14.

Estava escrevendo sobre um outro tema que em breve iremos abordar, “pirataria”, mas Deus me tocou certa noite para esta palavra. Qual caminho que temos tomado para nossa vida e será que temos procurado estar pelo caminho largo, que é o caminho da perdição das drogas, do sexo, da prostituiçao e da morte? Temos que tomar cuidado e prestar muita atenção, porque esse caminho pode nos levar ao inferno.

O Inferno

“Pois assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será no fim do mundo. Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniqüidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes”. Mateus 13.40-42.

Sei que esse não e um assunto muito popular nos dias de hoje e sei que ele causa pavor em muitos evangélicos, além de não ser muito abordado pelos pastores nas igrejas, mas os últimos acontecimentos tem me levado a pensar que a palavra de Deus vem se cumprindo.

Veremos então…

A maioria das pessoas não acredita que haja um lugar literal, chamado inferno. Muitos deles são, inclusive, cristãos. Diante disso, tentaremos, à luz da Palavra de Deus, analisar três questões que consideramos como as principais sobre este ponto:

1- O que é o inferno?

2- Por que o inferno existe?

3- Quem vai para o inferno?

1ª Questão: O que é Inferno?

A Palavra de Deus é clara ao afirmar que: ”aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o “juízo”. Hebreus 9:27. O juízo aqui aponta para o dia em que toda a humanidade estará fisicamente diante de Cristo, como está escrito “Porquê está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo joelho se dobrará a mim, e toda língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”. Romanos 14:11-12. Até lá, as almas daqueles que já deixaram esta vida estarão em “um lugar de espera” aguardando o juízo final. Sendo que, os ímpios irão para um lugar denominado de “geena ou hades”. E os cristãos para um lugar denominado “Paraíso”. Jesus disse que o inferno é literalmente, o lugar daqueles que não o aceitaram como suficiente e salvador de suas vidas. “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna”. João 6:47. “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos” Mateus 25.41. “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo”. Mateus 10.28.

Como lemos nos textos acima, os malditos (todos aqueles que não nasceram de novo) serão apartados para o inferno. Este é o local para onde os ímpios irão, imediatamente após o juízo final, ao contrário dos cristãos, que irão para o Céu. Segundo as Escrituras, não existem outros estágios entre a morte e o juízo. A Igreja Católica Romana afirma a existência do purgatório (lugar por onde as almas dos mortos passam, para serem purificadas de seus pecados). Entretanto, a Palavra de Deus é totalmente contrária a esta doutrina. Doutrina, aliás, que além de ser antibíblica, nega a suficiência do sacrifício de Cristo, “feito de uma vez por todas”.

Como evidência da contínua propagação desta mentira pela Igreja Romana, o Papa João Paulo II afirmou que o purgatório não é um mero estado de espírito, como o são o céu e o inferno, mas, uma condição de vida – “aqueles que, depois da morte, vivem nesse estado de purificação, já estão imersos no amor de Cristo, que lhes tiram todos os resíduos de imperfeição”. Há vários outros enganos proclamados ao longo de nossa história: a reencarnação, a inexistência, entre outros. O fato é que, quem não nasceu de novo, após a morte irá para o inferno. Um lugar literal.

2ª Questão: Por que o inferno existe?

Essa questão também é respondida tendo como base a veracidade da Palavra, porque Deus disse: “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo Ele dito, não o fará? Ou, havendo falado, não o cumprirá?” Números 23:19″ A Bíblia diz que Deus zela por Sua Palavra, e o que Ele diz realmente acontece. Também porque, o pecador não tem noção do quanto o seu pecado fere a santidade divina. Em sua Santa Justiça, o Senhor Deus deve, e irá punir o pecado. Esta afirmação é clara no texto a seguir: “Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo” II Pedro 2:4. Portanto, se Deus não poupou os anjos por terem preferido o pecado, não pense você que isso será diferente com os homens.

Deus é santo e justo. A sua santidade é incompreensível aos nossos olhos: “enquanto que os anjos, embora maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor. Mas estes como criaturas irracionais, por natureza feitas para serem presas e mortas, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, recebendo a paga da sua injustiça; pois que tais homens têm prazer em deleites à luz do dia; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em suas dissimulações, quando se banqueteiam convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstantes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldição.” II Pedro 2.11-14.
Em uma mensagem que escutei em uma rádio algum tempo atrás o pregador dizia: A sentença já está determinada pela justiça de Deus e ela clama pela punição do pecado. Portanto, saiba que, se não há arrependimento em sua vida quando você peca contra Deus, deve rever sua confissão diante dEle. A misericórdia e a graça de Deus são inquestionáveis em relação à sua extensão. Este é mais um motivo para abominarmos todas as formas de pecado e ao mesmo tempo, temermos a possibilidade de cometê-los.

3ª Questão: Quem vai para o inferno?

Essa questão impõe-nos o dever de lembrar a todos, de que grande parte da humanidade tem ouvido e rejeitado a verdade do evangelho. A conseqüência para estes, será o inferno. “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte”. Apocalipse 21.8.

Eu gostaria de finalizar, deixando claro dois propósitos desta mensagem:

1) Se você ainda não tem certeza de seu novo nascimento, clame ao Deus de toda misericórdia, que dê a você a salvação. Ele é justo, mas também rico em misericórdia e graça.

2) Se você já nasceu de novo, clame ao Senhor misericórdia por sua vida, e santificação em seu andar.

Fonte: jovemqualidade