Deus humilhou o diabo no carnaval e foliões

A escola carnavalesca Unidos da Tijuca resolveu desafiar colocando uma figura do próprio Diabo no carro abre alas. De cabeça erguida, o Diabo fazia sua festa na Sapucaí, e em uma de suas mãos carregava um antigo flash de pólvora.

Para quem se lembra das aulas de História, deve ter ouvido falar que os índios nativos brasileiros não toleravam a fotos, pois segundo eles, a alma ficaria aprisionada ao bater do flash.

Essa é a mensagem oculta através daquela figura do próprio Satanás. A pólvora de flash apontada para o público simbolizava o poder do Diabo sobre aquelas almas não só no carnaval.

Mas algo inusitado aconteceu!
Durante o desfile justamente a mão onde estava a máquina fotográfica começa a pegar fogo, e os bombeiros mal conseguem apagar! É inevitável não perceber a ira de Deus contra aquele monumento pagão explícito!