Hélio Santana repudia o Estatuto criado para amordaça a Policia Civil

Na sessão parlamentar desta quinta-feira (28), o Vereador Hélio Santana repudiou o primeiro é o novo estatuto da Policia Civil, que determina procedimentos a serem adotados e punições aos Delegados e Agentes que desrespeitarem estas regras durante investigações.

´´Não foi para isso que nos votamos no Carlesse, não foi para isso que nos elegemos o Governador Carlesse, estão governando de maneira erronia, mas a policia civil vai continuar fazendo o seu trabalho, estão enganados se acham que ontem mataram e enterram a policia civil, oque mataram e enterram ontem foi à credibilidade do Governo, ficou claro que o governo quer proteger os corruptos“. Afirmou o Vereador.

´´Não vão calar a Policia Civil, pois ela e um a Policia institucional com prerrogativas dadas pela constituição federal. A quem interessa uma policia civil que não investiga? A quem interessa uma policia que não trabalha?“ Questionou o parlamentar.

Santana também parabenizou os Deputados que votaram contra as medidas e aos Policiais e Delegados que estiveram manifestando contra a lei da mordaça em frente a Assembleia Legislativa do Tocantins.

A manobra para conseguir esse resultado contou com a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 2, articulada pelo Deputado Estadual Olyntho Neto (PSDB), que da imobilidade aos Delegados. Dos 24 Parlamentares apenas cinco não assinaram a emenda coletiva

Além da PEC um PL de iniciativa do executivo também foi aprovada que e o estatuto da Policia Civil , que determina procedimentos a serem adotados e punições aos delegados e agentes que desrespeitarem estas regras durante investigações. O estatuto foi aprovado com 19 votos a favor e três contra.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo