Após traição, Pastora Lauriete prepara vingança contra Magno Malta

Uma nota divulgada em jornal do Espírito Santo sob o título “Vingança” chamou atenção do mercado político capixaba. O assunto tratava de uma suposta exigência da cantora gospel Lauriete ao presidente nacional do PR, Valdemar da Costa Neto. A exigência implica na saída do ex-senador Magno Malta da direção da sigla.

De acordo com o O’fuxico Gospel, o casal vinha mantendo aparências desde agosto de 2018, antes das eleições, mantendo aparência para não atrapalhar na desempenho eleitoral. O casal estava envolvido na disputada, naquele momento, verbas do fundo partidário em que a então candidata foi a mais beneficiada no repasse, juntamente com o ex-marido senador, em quase R$ 5 milhões.

O resultado das eleições foi surpreendente para o lado do senador que não conseguiu a reeleição. Agora, em fase de efetividade do divórcio, Magno Malta enfrenta a possível “vingança” da cantora gospel e deputada, Lauriete.

Magno Malta tem conversado com lideranças políticas dos Municípios visando às eleições de 2020. No entanto, se o peso do mandato influir na nacional do PR, o ex-senador será vitimado, partidariamente, pela ex-esposa. Segundo ela, a tese padrão junto à nacional do PR é “manda quem tem mandato”.

Fim da relacionamento
Lauriete, então esposa de Malta, já havia descoberto um relacionamento extra-conjugal do senador, e eles estavam separados há meses. No entanto, ninguém sabia disso.

A partir dai, as coisas que já não estavam bem ruins nos bastidores, só iriam piorar. Malta não foi escolhido para nenhum ministério e foi escanteado no governo Bolsonaro.

Em seguida, Lauriete anunciou o fim do casamento com o ex-senador. Essa semana, a cantora gospel confirmou que o divorcio já saiu, e disse estar muito bem.