Bancada evangélica quer combater homofobia e vai apresentar projeto

Deputado Marco Feliciano é o responsável por elaborar projeto

A colunista Monica Bérgamo da folha Uol noticiou nesta quarta-feira que a Bancada evangélica vai apresentar nas próximas semanas um projeto para criminalização da Homofobia no Brasil.

Na liderança do projeto está o Pastor Marco Feliciano que é o responsável por desenvolver e criar a proposta para apresentar hoje (24) aos colegas da frente,para que eles subscrevam o projeto.

A idéia é que o projeto combata o crime de homofobia como um crime de racismo contanto que respeito a a liberdade de consciência religiosa,segundo o deputado do Podemos-SP.

“se eu estou com a minha família em um restaurante,um casal está se beijando ao meu lado e eu levanto e saio,sem agredir ninguém,não posso ser tido como criminoso”,explicou o pastor.

As igrejas também não seriam impedidas de falar sobre o assunto dentro de sua perspectiva bíblica. A proposta foi uma resposta para o Supremo Tribunal Federal que no início do ano começou a julgar a criminalização da homofobia mas acabou paralisando as votações.

O jornalista de esquerdista Toddy tomorrow criticou a ação em seu instagram falando sobre o assunto:

“Calma, você não está sonhando! Jesus deu um pito no Malafaia? A consciência bateu no Feliciano? João Campos se humanizou? Longe disso! A Bancada/Cambada evangélica quer capturar a pauta da criminalização da homofobia, dado quê, o julgamento no STF retorna no próximo mês, e o cenário mais provável, é de quê o Supremo ordene que o Congresso se debruce sobre o tema. A vantagem disso, para os (im)pastores, é tentar controlar a proposta. Outro fronte dessa gente que fala de Deus mas age como Satanás: Eles querem patologizar a homofobia,”escreveu mais um dos arquirrivais de Feliciano.

A intenção da própria bancada escrever os moldes do projeto anti-homofobia é justamente limitar a abrangência do crime e respeitar o pensamento que cada pessoa tenha sobre o assunto,desde que ela não confronte ou agrida um homossexual ,desrespeitando seu direito de ser,ir e vir.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo