Bolsonaro recebe Pastor Silas Câmara e Marco Feliciano e internautas criticam

internautas questionaram qual seria pauta da reunião

O Pastor Marco Feliciano divulgou uma foto de sua reunião com o Presidente Bolsonaro logo pela manhã.Juntamente com ele estavam o presidente da frente parlamentar evangélica que juntos passaram momentos conversando com Jair Bolsonaro.

A polêmica se deu porque ,apesar do deputado ter publicado várias fotos do encontro com o presidente,não divulgou por momento nenhum a pauta da reunião.O encontro chegou a ser classificado pelos internautas como reunião de marketing.De um lado o presidente tentando mostrar para todo o povo evangélico que não vai cobrar mesmo imposto sobre os dízimos dos pobres fiéis,do outro dois deputado reafirmando a boa relação com o próprio presidente.

Um internauta chegou até comentar na publicação de Feliciano: “já vimos que você está com o presidente”,ironizou a seguidora.Outro perguntou: “pauta?”,criticando o encontro político.

Ainda ontem,Feliciano gravou um segundo vídeo com o presidente que explicou pela segunda vez que a matéria veiculada pela Folha de São Paulo de que o imposto sobre o dízimo não seria criado.Aliás ,Bolsonaro deixou bem claro que reconhecia o trabalho da igreja.

Como não podia deixar de ser,o presidente da frente evangélica também não poderia faltar.Pois ele representa a bancada,que hoje tem peso de ouro na aprovação da previdência,entre outra medidas importantes para o governo.

Porém,pra quem não se lembra o presidente da frente parlamentar evangélica anda em maus lençóis após ser acusado pela Procuradoria geral da República na pessoa de Raquel Dodge por crimes de estelionato e peculato.É bom pra imagem dele estar perto do presidente pois pode ir para a cadeia em breve.Pelo menos,foi o que a procuradora pediu a justiça.

Segundo as investigações feitas Silas pagava a funcionários fantasmas que recebiam e depositavam de volta o valor integral ou parcial para a conta do deputado.Sempre de mil em mil reais para que não dessa na vista dos órgãos de  fiscalizações bancárias.

Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo