Cantora evangélica causa em balada e registra a noite com famoso

A cantora gospel Mara Maravilha na noite deste último domingo (14), fez um registro ousado ao lado de alguns famosos. O local onde a cantora estava, se assemelhava á uma balada. Ela aparentava está muito feliz ao lado de Carlinhos Maia e Tirullipa.

De acordo com o registro, o que supostamente pode ser comprovado é a veracidade de “um pé na igreja e outro no mundo”. Mara usou a foto com Carlinhos, para parabenizar o fato dele está dando entrevista no programa da sua amiga Eliana.

m resumo que ela anda em festas todo mundo sabe, mas postar foto e até curtir a noitada sem o companheiro, aí é considerado algo de alto pudor a si mesmo.

Em seguida depois de haver feito a publicação, ela ainda postou um “sermão” de motivação com a sua foto. O texto se tratava da lei do retorno e ela disparou: “…A minha consciência está segura que terei um saldo positivo. Ass: Mara Maravilha”.

Outras vezes que a cantora apareceu nas festas

Dona das maiores polêmicas gospel. Vale enfatizar que durante o aniversário de Larissa Manoela a cantora gospel estava soltinha no baile.

Dentro de uma gaiola e rebolando muito, Mara estava causando muito mais na ocasião. Contudo, ela estava acompanhada duas amigas dona do pedaço. Marlei Cevada e Nadja Haddad, elas estavam se esbaldando, o que chamou a atenção.

Anteriormente, durante outro momento em 2014, Maravilha que foi acusada de homofobia, estava curtindo a noite em uma balada gay.

Na época, a ex apresentadora infantil tinha saído para comemorar com alguns amigos, dentre eles o humorista Gustavo Mendes. Animada, Mara tirou várias fotos com fãs e mostrou estar com a silhueta bem mais fina.

Assim sendo, a cantora gospel atraiu a atenção da mídia, ao disparar uma série de declarações polêmicas, durante uma participação no “Morning Show”, extinto programa da RedeTV!.

Mara no momento defendeu o pastor Marcos Feliciano, e afirmou acreditar na chamada “cura gay” que se assemelhou a homossexualidade como uma “aberração”. A declaração da mulher, rendeu acusações de homofobia e Mara teve de negar o que já havia declarado ao vivo.

FONTE: O FUXICO GOSPEL