Partido político da Igreja Universal Troca de nome e diz adeus a esquerda

"Não só mudaremos de nome,como também de postura",disse Marcos Pereira.

Deputado Marcos Pereira ,presidente nacional do partido.

O PRB,decidiu seguir a tendência dos partidos nacionais e mudar de nome.A partir da próxima segunda-feira,o Partido Republicano do Brasil será chamado apenas Republicanos.O partido que hoje simpatiza com o governo Bolsonaro,já teve no seu casting o vice-presidente de Lula,José de Alencar.

O partido que já teve um pezinho na esquerda com suas alianças,agora vai seguir a linha centro-direita.Porém,já informou que apesar de conservador nas idéias,é liberal na economia.O presidente do Partido Deputado Marcos Pereira avisou que a mudança não foi apenas de nome,mas será de postura também.O PRB é um partido em ascensão no Brasil e a tendência é formar mais candidatos eleitos nas próximas eleições.

+ Expulso por adultério, ex-bispo da Universal abre sua própria igreja e leva muitos fiéis com ele

O Partido que é ligado a Igreja Universal troca de nome para romper com sua história ,onde vários integrantes foram envolvidos em processos de corrupção.Com um novo nome na cabeça do eleitor vem a promessa de uma nova história.O partido bem como a Igreja Universal tem grande interesse nas Eleições de 2020 e 2022.Por isso,até a estratégia da Igreja Universal vem mudando com os tempos.

Recentemente,o próprio Bispo Macedo deixou uma de suas agendas internacionais para receber algumas das principais lideranças evangélicas do Brasil,no seu Templo de Salomão.Num Congresso organizado na igreja,Macedo fez alianças interdenominacionais para que houvesse um congraçamento maior entre todos.

+ Pastor Marco Feliciano e a “entrevista com o demônio” da IURD

Atenderam o chamado de Edir Macedo e sem ressentimentos pelo passado os pastores Juan Ribe Palharim,Márcio Valadão,Apóstolo Estêvam entre outros,que foram ao congresso de amizade com Macedo.

Apesar de sempre tratar com um ar hostil as demais igrejas,a visão da igreja universal mudou justamente por causa da política.Vários candidatos da igreja quando se lançavam ao pleito eleitora,esbarravam na questão de serem mal quisto pelas placas colegas.

Quem quase jogou tudo no lixo,foi o Bispo Formigone com sua entrevista com o diabo.Se todos puderam,perceber,além de corrigido o bispo,Edir Macedo ainda veio a público se retratar de tal ofensa as igrejas,pois se o líder máximo da Igreja Universal não faz isso,poderia dar como perdida toda a estratégia política da igreja para as próximas eleições .

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo