Palmas recebeu o 5º Seminário Itinerante do Programa Investe Turismo do Mtur

Malena Mota

24/06/19
Local: Auditório do Palácio do Araguaia.
5° seminário itinerante do Programa Investe Turismo.
Foto: Regiane Rocha.

A capital do Tocantins, Palmas, está entre o seleto grupo composto por 158 municípios brasileiros que serão os primeiros contemplados com um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para o setor de Turismo. O start para implantação do projeto aconteceu nessa segunda-feira, 24, onde o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, esteve presente na abertura oficial do 5º Seminário Itinerante do Programa Investe Turismo do Mtur. O evento aconteceu no auditório do palácio Araguaia.

24/06/19
Local: Auditório do Palácio do Araguaia.
5° seminário itinerante do Programa Investe Turismo. Presidente da Agtur, Eudes Assis e Ministro do Turismo do Brasil Marcelo Álvaro Antônio.
Foto: Regiane Rocha.

Trata-se do Programa Investe Turismo do Ministério do Turismo (Mtur). A iniciativa, desenvolvida conjuntamente pelo Mtur, o Sebrae e a Embratur, tem por meta unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de 30 rotas turísticas estratégicas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O investimento inicial será de R$ 200 milhões.

Dentre os critérios utilizados estão a participação no município no Mapa Brasileiro do Turismo 2018 nas categorias A, B, C ou D; ter destinos já promovidos em âmbito nacional pelo Ministério do Turismo e pelo menos um consolidado no mercado internacional; e ter patrimônios mundiais da humanidade, eleitos pela Unesco, nas rotas contempladas. Também foram considerados aspectos como acesso, conectividade, venda conjunta e existência de projetos de consolidação das rotas como produto turístico.

No estado do Tocantins, a iniciativa visa desenvolver projetos de gestão integrada e qualificação da Rota Palmas e Jalapão, identificando oportunidades de negócios, com vista ao desenvolvimento da atividade turística local. A rota é dividida em duas regiões turísticas: Encantos do Jalapão, que compreende as cidades de Mateiros, ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins; e Serra e Lagos, que contempla a Capital, Palmas.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a intenção do programa é desenvolver as vocações do turismo nas rotas contempladas, fazendo da indústria de viagens um impulso econômico para toda a região. “O Brasil tem um dos maiores potenciais do mundo para desenvolver o turismo, O Investe Turismo é um importante projeto que vai fazer o turismo acontecer em todo o País, esta é uma das metas estipuladas pelo presidente. Com este projeto, queremos que o desenvolvimento por meio do turismo seja uma realidade, vamos fazer o turismo acontecer de verdade no Brasil, agora é a hora do Turismo no Brasil”, destaca o ministro.

O presidente da Agtur, Eudes Assis, ressalta a importância desse investimento para a Capital, principalmente para o desenvolvimento dos projetos turísticos da Capital, destacando que Palmas hoje ocupa a classificação “A”, no Mapa do Turismo Brasileiro, o que é fundamental para manter a Capital nesse patamar de investimentos do Mtur. “Esse investimento do Mtur é um presente para Capital nesses 30 anos, pois contamos com uma estrutura belíssima, com uma rede hoteleira preparada para receber nossos turistas, e em breve, entregaremos um roteiro pronto do Destino Taquaruçu, e para continuarmos nossos projetos de desenvolvimento do turismo na Capital, estamos trabalhando arduamente para nos manter na classificação “A”, o que possibilitará trará muitos futuros projetos em parceria com o Mtur”, enfatizou o gestor.

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, destacou o potencial do turismo como gerador de emprego e renda, ressaltando as potencialidades do estado do Tocantins, e a capital Palmas, como porta de entrada de todos os atrativos turísticos. “Aqui é o lugar certo para esta que é uma das principais indústrias de geração de emprego e renda, de transformação de vidas. A capital do estado, com uma logística fantástica, logística essa que permite ser o portal de entrada para o Jalapão, para a Ilha do Bananal, para o Araguaia, enfim, para os principais pontos turísticos de nosso estado”, destacou.

A gestora também ressaltou a transformação dos pequenos negócios, como fator importante na geração de renda. “O turismo gera renda e, com isso, certamente transforma vidas, desde os pequenos artesãos, até aqueles que vendem para os quatro cantos do país suas peças do capim dourado, dos pequenos empreendedores até os maiores empresários, todos lucram com uma cidade que investe no turismo, investe nesta indústria limpa, atrativa e que agrega valor a outros segmentos produtivos e sociais”, finalizou a prefeita.

Mapa do Turismo Brasileiro

O Mapa do Turismo Brasileiro é o instrumento instituído pela Portaria MTur nº 313, de 3 de dezembro de 2013 e suas atualizações, no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo. É o Mapa do Turismo Brasileiro que define o recorte territorial que deve ser trabalhado prioritariamente pelo Ministério. É um instrumento de ordenamento e auxilia tanto o Governo Federal, quanto os Estados no desenvolvimento das políticas públicas para o turismo.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo