Psicóloga Marisa Lobo faz alerta aos pais sobre o Youtuber Felipe Neto: “Péssima influência”

Após a decisão da prefeitura do Rio de Janeiro de mandar recolher gibis infantis com temáticas LGBTs, expostos para venda na Bienal do Livro no último final de semana, o Youtuber Filipe Neto, que possui milhões de seguidores nas redes sociais, chamou atenção ao anunciar a compra de 14 mil exemplares do material para a distribuição gratuita na feira.Continua depois da publicidade

Com o anúncio, Felipe Neto se tornou alvo de críticas não apenas de autoridades políticas, mas também de pais, mães e profissionais de saúde, como a psicóloga, escritora e palestrante Marisa Lobo, que viram nele uma figura com o potencial de influenciar negativamente crianças e adolescentes.

“Como Psicóloga recomendei em um evento para 1.000 mulheres em São Luis do Maranhão (Ad.Tirirical) para os pais monitorarem os canais e conteúdos de youtube e não permitirem que seus filhos assistam principalmente #FelipeNeto”, escreveu Marisa Lobo em suas redes sociais.

Marisa Lobo viaja o Brasil inteiro dando palestras sobre temas relacionados à família, educação, sexualidade e suicídio. Ela afirmou que fará o mesmo alerta nos eventos seguintes. “Além desse evento onde palestrei sobre Sexualidade, em outro evento de família a orientação foi a mesma”, contou a psicóloga.

“Desde que soube da influência que esse blogueiro exerce sobre as crianças, há 2 anos, resolvi assistir e confesso, fiquei indignada e preocupada com as temáticas e narrativas do blogueiro, desde então, em todas minhas agendas tenho recomentado aos pais e alertado aos jovens para abolir de suas lista Felipe Neto, por considerá-lo uma péssima influência”, destacou Marisa.

Segundo a psicóloga, Felipe Neto “ensina crianças falarem palavrão, desrespeitar os pais na tentativa de promover claramente os movimentos lgbtts, erotizando e por vezes desconstruindo a moral, as tradições das crianças”. Marisa Lobo não está sozinha em sua opinião.

Nos últimos dias, a hastag #PaisContraFelipeNeto ficou no topo das mais citadas no Twitter. Em uma matéria publicada pelo portal R7, assinada pela jornalista internacional Patrícia Lages, ela destaca que Felipe Neto “grita, xinga, fala palavrões como vírgulas, incita o bullying e, além disso, revira os olhos e ataca quem pensa diferente dele”.

“Não satisfeito com isso, costumeiramente Felipe Neto dita as regras do que seus seguidores devem fazer, com a autoridade de quem sabe que tem controle sobre eles”, destaca Lages. “Há um vídeo em que ele orienta seus seguidores menores de idade a criarem uma conta falsa no YouTube para poderem assistir conteúdos para maiores de 18 anos”, acrescenta.

Marisa Lobo, por sua vez, ressalta que “alguns pais estão acordando, e alertando para os perigos que essas influencias causam em seus filhos”, observando que “o poder de manipulação desse rapaz é impressionante e pode sim, subverter a identidade, valores de seus filhos, gerando intermináveis conflitos”.

Por fim, Marisa conclui que a educação dos filhos é dever dos pais. “Eduquem seus filhos, não permitam que séries, blogs, digam aos seus filhos como agir ou pensar. Cabe aos pais este papel”, finaliza a psicóloga.

Com informações opiniaocritica.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo