Repórter da Rede Globo é acusada de forjar reportagem; confira

A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta última quarta-feira, 11, um vídeo em que acusa a repórter Susana Naspolini, da TV Globo, de forjar “uma grande farsa”, expondo crianças “de maneira covarde”.

A informação é do site Notícias da TV.

No vídeo, intitulado “A Farsa da Globo”, a prefeitura exibiu uma reportagem do RJTV 1ª e diz que a repórter “insinuou que crianças da rede pública mal sabem escrever” ao mostrar na TV um caderno em que aparecem, em letras bem grandes, palavras com grafia errada (casa com z, feliz com s e escola com x).

“A realidade é que algumas crianças ainda estão envergonhadas de terem sido expostas de maneira tão covarde”, diz o vídeo da prefeitura.

Ainda segundo a prefeitura, “a reportagem tentou denegrir o ensino público, mas acabou ridicularizando quem mal sabe se defender.”

Procurada pelo site Notícias da TV, a Globo emitiu a seguinte nota:

“O RJ Móvel, comandado pela Susana Naspolini, é um quadro de prestação de serviço que mostra o que acontece na região metropolitana do Rio de Janeiro. A matéria em questão discorre sobre os problemas das obras feitas na escola. Em nenhum momento, a reportagem fala sobre o nível de ensino das crianças ou o desempenho de alunos e funcionários. A edição feita pela prefeitura faz parecer que se tratou de um matéria sobre educação, quando na verdade o tema era a obra mal-feita.”

E acrescentou:

“A Globo lamenta a atitude da prefeitura. Susana Naspolini é uma repórter admirada pelo belo jornalismo comunitário que faz. Nem ela nem a Globo jamais faria uma reportagem sobre educação expondo crianças. Nunca fizemos, nunca faremos.”

Entenda o caso na íntegra!

Veja o vídeo que a prefeitura postou nas redes sociais.