Agenda do Estado na COP 25 busca investimentos para a estratégia Tocantins 20-40 e para o programa Pátria Amada Mirim

Thuanny Vieira/Governo do Tocantins

Com uma agenda extensa de reuniões na Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudanças Climáticas COP 25, que reúne mais de 180 nações para discutir temas em prol das mudanças climáticas, a comitiva do Tocantins segue, até o próximo dia 12, com encontros e eventos paralelos para apresentar sua estratégia Tocantins 20-40, o programa Pátria Amada Mirim e transacionar ativos de carbono e buscar investidores para o Estado.

Para os próximos dias, além de reuniões com investidores alemães e de outros países da Europa, está previsto a assinatura do Estado do Tocantins como membro fundador junto ao Acre e Mato Grosso da iniciativa Campeões da Floresta Tropical. A iniciativa faz parte da programação do evento Brasil Moderno, Produtivo e Verde promovido pelo Earth Innovation Institute (EII) e pelos governos do Acre e Mato Grosso.

Campeões da Floresta é uma iniciativa que possui um conjunto de ferramentas para promover parcerias, acesso ao mercado e investimentos que os estados campeões e regiões precisam para ter sucesso. Essas ferramentas estão ancoradas nos princípios e definições da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF) para pedir por colaboração e a necessidade urgente de reconhecer, divulgar e apoiar as muitas ações positivas em andamento nas jurisdições subnacionais – ações lideradas por governos, povos indígenas e outras comunidades locais, organizações rurais e empresas.

Nos dias 10 e 11, ocorre também o Amazon-Madrid realizado pelo Consórcio Interestadual da Amazônia Legal, no qual governadores e representantes dos estados que compõem a Amazônia Legal discutirão as perspectivas e os compromissos dos governadores para o desenvolvimento de baixas emissões na Amazônia Brasileira. O vice-governador Wanderlei Barbosa estará representando o Tocantins nos painéis de debate.