Primeiro-ministro britânico Boris Johnson destaca perseguição aos cristãos em seu discurso de Natal

 

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, usou seu discurso na véspera de Natal para se comprometer a ajudar os cristãos perseguidos em todo o mundo.

“O dia de Natal é, antes de tudo, uma celebração do nascimento de Jesus Cristo. É um dia de importância inestimável para bilhões de cristãos em todo o mundo. Hoje, todos os dias, quero que lembremos daqueles cristãos de todo o mundo que estão enfrentando perseguição”, disse o primeiro-ministro britânico.

Solidariedade

No início deste ano, o Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha divulgou um relatório que revelou que os cristãos são o grupo religioso mais perseguido no mundo.

“Para eles, o dia de Natal será passado em particular, em segredo, talvez até em uma cela de prisão. Como primeiro-ministro, é algo que quero mudar. Permaneceremos com os cristãos em todos os lugares, em solidariedade, e defenderemos seu direito de praticar sua fé”, observou o primeiro-ministro.

Nos 50 países em que a perseguição é classificada como a pior possível, cerca de 245 milhões de cristãos experimentam níveis altos ou extremos de sofrimento.

Com informações conexaopolitica.

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo