Prefeitura de Palmas cria programa sociocultural voltado para a formação musical de jovens

Redação Secom


Um dos mais importantes projetos desenvolvidos pela gestão municipal, com foco na formação de jovens, está de cara nova. A Orquestra Jovem da Guarda Metropolitana de Palmas passa a ser denominada de Programa Sociocultural de Segurança Preventiva da Guarda Metropolitana de Palmas,regido pela Lei nº 2.539, de 3 de janeiro de 2020, publicada no Diário Oficial desta quarta-feira, 22 de janeiro.

O programa funcionará com três grupos, sendo a Escola de Música, Orquestra Jovem e Coral Jovem, todos da Guarda Metropolitana de Palmas. Além da formação musical, o programa concederá bolsas de auxílio para a Orquestra e Coral, necessárias para custear o deslocamento para os eventos, instruções e ensaios.

 

Quem pode participar?

 

Podem participar do Programa crianças a partir de dez anos de idade e jovens de até 18 anos. A Lei prevê a possibilidade de permanência após os 18 anos, desde que seja como músico monitor.

 

É preciso passar por uma seleção e ter aptidão musical, além de estar regularmente matriculado em estabelecimento de ensino fundamental, médio, técnico, superior ou em cursos livres.

 

Mais detalhes sobre o Programa podem ser consultados no Diário Oficial do Município.