Dircineu Bolina é eleito prefeito de Pugmil com 53,96% dos votos válidos

O resultado pode ser acessado no portal Divulga ou no app Resultados

Em eleição suplementar realizada pela Justiça Eleitoral neste domingo (2/2), em Pugmil, os candidatos Dircineu Francisco Bolina e Ângelo Mário Pereira da Silva, da Coligação Muda Pugmil (MDB e PSDB), foram eleitos para o cargo de prefeito e vice-prefeito do município. A transmissão das mídias contendo os resultados das seções foi feita via sistema Transportador, utilizando a tecnologia JE Connect. A totalização dos votos ocorreu na Junta Eleitoral e em menos de meia hora todo o processo foi concluído.

A eleição suplementar contou com a participação de três candidatos, sendo que Dircineu Bolina e Ângelo Silva receberam 804 votos ao todo, o que representa 53,96% dos votos válidos. Os votos em branco somaram 0,20% e os nulos 1,45%. Já as abstenções chegaram a 13,48% do eleitorado. O segundo candidato mais votado, Nazaré Amâncio de Souza, da Coligação Seriedade e Trabalho (PTB e Cidadania) recebeu 623 votos; e Valmor Hagestedt, da Coligação A Verdadeira Mudança (PSB, PSL), obteve 63 votos nas urnas.

Para conferir todos os detalhes do resultado, acesse o site Divulga ou baixe o aplicativo para celular (Resultados).

Pleito

Município da região central do estado, Pugmil teve sua rotina alterada no fim do ano passado com a cassação do diploma de Maria de Jesus Ribeiro Mendes e Elton Barros Coelho, eleitos em 2016, em decorrência de captação e gastos ilícitos de recursos e abuso de poder econômico na campanha. Neste domingo, 1515 eleitores foram às urnas escolher novos representantes, que ficarão à frente do Executivo Municipal até 31 de dezembro.

Priscila Cabral foi um deles. Utilizando o aplicativo e-título, baixado na hora pelo celular, a auxiliar administrativo garantiu participação nas urnas e ficou satisfeita por cumprir com seu compromisso com a democracia. “Perdi minha identidade e me orientaram aqui a baixar o aplicativo. Não sabia desta facilidade e agora vou manter o e-título no meu celular; ainda mais que descobri que o documento também serve como identidade para outros fins”, comemorou.

Ao todo, 1751 eleitores estavam aptos a votar neste domingo, em uma das sete seções eleitorais divididas em dois locais de votação pela da cidade. Nenhuma intercorrência foi registrada e não houve a necessidade de substituição de urnas. “Pugmil é o município com o menor número de eleitores da 7ª Zona Eleitoral e a votação foi muito tranquila durante todo o dia”, avaliou o chefe de cartório Alex Reis de Oliveira.

A diplomação dos candidatos eleitos acontecerá até o dia 14 deste mês de fevereiro.

Aliado de Amastha

O candidato do PSB na eleição suplementar de Pugmil Valmor Hagestedt ficou em último lugar com apenas 63 votos

Etiquetas
Comentários
avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo